sábado, março 19, 2005

Relexão!!

Para início de conversa decidi ir buscar um poema…
Sócrates, nascido em Atenas, filho de Sofronisco, terá num momento da sua vida começado a interessar-se pelo conhecimento de si e do homem em geral. Á sua volta começam a formar-se grupos de discípulos e amigos, entre os quais o conhecidíssimo Platão! Depois de uma vida inteira dedicada a interrogar os seus concidadãos é acusado de corromper os jovens contra a religião e as leis da cidade. Acabou então como todos nós sabemos… Foi condenado por um tribunal popular a beber cicuta, morrendo em Atenas rodeados de amigos e discípulos….
Mas vou ao que importa… Sócrates entre 470-399 A.C. escreve este fantástico poema que retrata a juventude dos tempos socráticos…

“OS JOVENS DE HOJE”
Os jovens de hoje gostam do luxo.
São mal comportados,
desprezam a autoridade.
Não têm respeito pelos mais velhos
e passam o tempo a falar em vez de trabalhar.
Não se levantam quando um adulto chega.
Contradizem os pais,
apresentam-se em sociedade com enfeitos estranhos.
Apressam-se a ir para a mesa
e comem os acepipes,
cruzam as pernas e tiranizam os seus mestres.
SÓCRATES (470-399 A.C.)

Eu confesso que quando li pela primeira vez este poema tive algumas dúvidas! Não no seu autor mas principalmente na época em que foi escrito. Não pela genialidade da escrita mas pela “actualidade” da mesma…
Deixo a reflexão:
Será que nós jovens evoluímos desde aquela época? Para alguns certamente que sim, para outros (os mais exigentes) acredito que as semelhanças entre o passado e o presente são tão óbvias que nos podem e devem envergonhar…
Depende de nós começar a evoluir socialmente para travarmos a “involuição” que é notória e que condiciona a evolução de um país que se quer a todos os níveis moderno, inovador, tecnologicamente avançado…Sem uma nova ATITUDE estaremos condenamos a não ser o que fomos em tempos idos, mas ao que somos hoje!
*Alexandre Gonçalinho