sexta-feira, junho 17, 2005

Portugueses em grande

Já vem um bocadinho atrasado, mas nunca é tarde para elogiar.

É pena que em Portugal os desportos mais pequenos não sejam tão falados. É que, com excepção feita aos últimos anos com as prestações do Porto, da Selecção e do Sporting, as equipas dos desportos ditos amadores são aquelas que mais alegrias nos dão e mais troféus trazem para o nosso país. Somos uma potência em hóquei e em atletismo e podemos estar a caminho de nos tornarmos uma potência em voleibol. Portugal está em primeiro na primeira ronda do mundial à frente das selecções do Japão, Venezuela e do Brasil, campeão do mundo em título.

Este mesmo campeão do mundo fez com que Portugal alcançasse um feito único: aqui na minha terrinha foram derrotados pela selecção das quinas por uns expressivos 3 sets a 0, feito nunca antes alcançado.

Num outro desporto não tão divulgado em Portugal mas que mexe com muito mais dinheiro do que outro qualquer (Formula 1), o nosso compatriota Tiago Monteiro está a fazer um brilharete. A bordo do seu 'modesto' bólide Toyota, Monteiro bateu, no penúltimo grande prémio o recorde de estreante com mais vitórias consecutivas (7), destronando um tal de Jackie Stewart (três vezes campeão do mundo de F1); no último fim de semana tornou-se no único piloto em competição este ano a conseguir terminar todos os grande prémios (oito no total). Um feito notável de um piloto que, com um carro ligeiramente melhor, é bem capaz de ir mais longe.

Carlos Barrocas