terça-feira, maio 23, 2006

Deate lado do espelho!

Em aditamento ao último post vígula tenho a acrescentar o seguinte dois pontos parágrafo

A propósito das dietas referidas, solicita-se aos hipotéticos leitores/ ras que não sigam o (mau) exemplo das tias. Passar dois dias sem ingerir líquidos, só comendo peças soltas de fruta, permite perder aqueles quilos. Assim que se retoma o regime normal outros quilos voltarão. Este tipo de dietas ( rápidas e de efeito imediato ) está de acordo como o tipo de gente que o pratica, também ela habituada a viver para o imediato e depressa. Acrescento que, para além disto, vivem para si e para parecer bem. Nas festas, um homem gosta que a sua mulher suscite a inveja das outras mulheres e a cobiça dos outros homens. Aquela que o acompanha deve ser irreprochable de traje e maneiras. Tudo deve condizer com tudo, desde o porte elegante à lingerie de boa marca. Dos homens, nada há a dizer, pois estão sempre bem. Será por isso que, entre eles se encontra sempre gente de boa figura ? Homem calvo e pançudo e mulher gorda são relativamente, que digo eu ?, são mesmo raros no meio. Lembram animais de raça apurada.
Umas palavras sobre 'o não saber andar, falar, estar', etc.. A este respeito, aprendi o seguinte: mesmo que as pernas sejam uns 'caniços' e que o pneuzinho espreite, não se perde nada em 'saber andar'. E o que é isso ? É andar com um pé diante do outro, como os manequins. É assim como se viver fosse desfilar numa eterna passerelle.
Por 'saber falar', apercebi-me que significa dizer as palavras certas, no momento certo, com a entoação certa. Não se deve ser demasiado tímido, pois corre-se o risco de se ser considerado mosca morta. Ainda que a conversa seja aquilo que a gentinha chama de chacha, é de bom tom dizer alguma coisa ... nem que seja para não ficar calado. E quando não se entende bem, rir. Rir muito, para se dar a ideia de que se é 'bem disposto e com gosto pela vida'.
Já 'saber estar' não é tão difícil de explicar como parece. É como que um conjunto das duas qualidades anteriores. Sabe estar, quem sabe andar e falar. Sabe estar, quem sabe vestir. Finalmente, também sabe estar quem tem tanto, mas tanto dinheiro que se pode dar ao luxo de mandar tudo e todos à merda e viver e falar e trajar como muito bem lhe apetece. ( Consta do post anterior que o palavrão é permitido, remember ?)
Então, my dear ones, já sabem: comam-lhe e bebam-lhe, mas com moderação e sem dietas malucas !

Cheers !