quarta-feira, agosto 10, 2005

Uma Campanha "Alegre"

Tenho pena - sincera - de que o Partido Socialista tenha optado por apoiar Mário Soares para as presidenciais. Quer dizer, até se compreende - é um candidato "de peso", no mínimo. Mas honestamente preferia Manuel Alegre. Eu, quase um paladino da Direita, ponderaria votar Alegre (à esquerda). Em detrimento de Cavaco, eventualmente. Motivos? Poderia dizer que o senhor deputado socialista tem personalidade, opinião própria e não tem receio de se opor às medidas do seu partido se estas não corresponerem aos seus ideais. Dizer isto, no entanto, seria imbecil, ou não fossem os políticos, no fundo, todos iguais. Votaria Alegre por três razões: o senhor é poeta, prefere o Alentejo ao Algarve (haja alguém com juízo e bom gosto neste país) e passa férias aqui nos arredores da minha esfera de inferno. Que tem isto que ver com política. Nada. E precisamente por isso votaria Alegre. Se fosse votar por motivos políticos, seria inevitavelmente um voto nulo.

João Campos

3 Comments:

Blogger Daniela said...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

1:24 da manhã  
Blogger Daniela said...

A verdade é que em Portugal a maioria não vota por motivos políticos, daí a necessidade de tanta fantochada em campanha. O povo quer é festa, pão e vinho.

1:27 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Naé nada ! Eles vão buscar o avô, porque a natalidade tem vindo a decrescer e nã nasceram netos que o substituam. Believe me !
Novamente, a teacher, não é nada o anónimo ! Quando lerem que é ánónimo' não acreditem, pois, sou eu.

4:39 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home