sexta-feira, dezembro 09, 2005

Curiosidade de quem desconfia ter acabado de ler algo que, sendo provavelmente verdade, tem contudo uma explicação. E eu conheço-a.*

Guida!, fico contente por saber que continuas a ler o espelho :) Mas quando dizes que o melhor dos nossos professores não chega sequer aos calcanhares do piorzinho dos daí (Bélgica), de que critérios partes para fazer a comparação?

Susana

* Perdoem-me os apreciadores dos títulos breves. É no que dá andar a ler Nemésio...

1 Comments:

Blogger LittleGirl said...

Little Susan, dear!, confesso que nao andei a fazer grelhas de comparação, muito menos andei a ler as publicaçoes de uns e outros;
Mas assisti as aulas daqueles a quem me refiro(é obvio que generalizei o termo "professores"; refiro-me àqueles que são /foram meus professores)!
A verdade é que a matéria é mais interessante(e mais importante) e a forma como ela é dada nao se resume a um debitar de materia: eles esforçam-se por mostrar diversos pontos de vista(falámos da Colonizaçao do Congo com colonizadores e colonizados) e por nos fazerem perceber as coisas! A vida, felizmente, nao se limita a uma quantidade de textos muito bem escritos que devemos ler para saber como o mundo funciona! Nao chega ser optima pessoa, escrever muito bem e ter optimos artigos ou livros publicados quando se é professor!Nao chega mostrar que sabe imenso..So chegará quando esse conhecimento chegar até nos de formas concretas, e como dizia o Joao, verdadeiramente estimulantes, que nos façam perceber um mundo que não tem só bons e maus, e onde as pessoas não podem ser categorizadas pela quantidade de livros que leram ou pela média académica..
Nao sei se me expliquei bem, mas a verdade é que nao tenho duvidas de que estes meus colegas serão melhores jornalistas, no fim destes 4 anos, que 99% dos portugueses!!
E tenho pena..*

1:55 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home