terça-feira, fevereiro 22, 2005

Coisas do amor

Inspirado por Pedro Mexia, fui fazer o teste do Love Doctor.

Ponto prévio: Defino-me como pessimista, céptico, cristão-não-praticante, existencialista e de direita-que-afinal-está-um-bocadinho-à-esquerda (em suma, sou incoerente). Como tal, não acredito nestes testes que circulam pela Net a pretender darem aos cibernautas as grandes verdades da vida, ou apenas algumas mentirinhas. Da mesma forma que não acredito nas cartas da Maya ou no José Sócrates. A cena é que sou um gajo curioso (vou ser jornalista, afinal de contas). Por isso faço montes de testes destes.

O teste é simples: introduzimos o nosso nome e o nome de outra pessoa, e clicamos em . O teste diz a percentagem de compatibilidade amorosa, assim, por magia, sem perguntas indiscretas e sem cobrar nada.

Que descobri eu: que, afinal, o meu amor ao Benfica é maior do que aquilo que alguma vez imaginei.

João Campos

2 Comments:

Anonymous raquel said...

E eu João descobri que o meu amor ao sporting não é assim tão grande como pensava!! Coisas da vida

3:17 da tarde  
Anonymous raquel said...

E ainda descobri porque vou ter uma nota miserável a semiologia!! 19% até um peixinho consegue mais!!

3:21 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home