sexta-feira, fevereiro 11, 2005

Extremos

Discute-se na União Europeia a proibição de símbolos associados ao nazismo (como a suástica), ou o martelo e a foice do comunismo (proposta de alguns estados de leste, como se pode ler aqui).
Pessoalmente, considero a discussão um disparate. Liberdade de expressão, meus amigos! Não é que andasse por aí de suástica ao peito, nada disso. Mas para quê proibir? Estamos em democracia, ou não?
Aliás, se pensarmos bem, Estaline não foi melhor do que Hitler. Por isso o raciocínio dos países de leste faz todo o sentido. Democracia não é permitir à esquerda e proibir à direita. Ou se permite aos dois lados, ou se proíbe uma e outra. Da mesma forma que se proibem partidos neonazis, deviam ser proibidos partidos comunistas e de extrema-esquerda.
Percebo o conceito: há que respeitar as vítimas do nazismo, etc. A retórica é mais do que conhecida. Pergunta: estarei a desrespeitar alguém, ou a tornar-me criminoso, por ler o Mein Kampf? Voltamos aos tempos do Index?
João Campos

1 Comments:

Blogger Carlos Barrocas said...

Chegas-te primeiro que eu! Mesmo assim escrevi qualquer coisinha no meu.
Um abraço
Carlos

12:41 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home