sexta-feira, maio 19, 2006

este post contém linguagem obscena eventualmente chocantes

mas é só o que apetece após estar mais de uma hora a apanhar frio, carregado de câmaras e tripés e mais o raio, em frente a um bar no Bairro Alto, à espera de uma "performance artística" do grupo de teatro da Universidade Nova.... que afinal consistiu em colar uma série de folhas A4 com nomes como Adorno, Bonga, Rage Against the Machine (etc. e já agora a caligrafia era uma merda) na porta e na parede do bar, enquanto os "artistas" (já agora, na minha terra, "artista" é sinónimo de "sacana", ou, em lisboeta, de "filho da puta") fumavam e bebiam em frente ao dito bar. Intitulavam-se "pós-modernos". Eis o que penso deles e mais dos "pós-modernos":

"F***-se, ca***** que os fo** a todos e mais a pu** da mãe deles, para a co** da tia a me*** do pós-modernismo!"

Obrigado.

João Campos

(eu bem queria saber que merda de "pós modernos" eles andam a snifar...)

1 Comments:

Blogger Maria Helena said...

Livra, Johnny, isto é que foi desabafar !

3:24 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home