sexta-feira, agosto 25, 2006

O petisco da aranha

Mas olhe, Maria Helena, que entre os lindos olhos azuis da Luciana, os Morangos com Bagaço, perdão, com Açúcar, e o inenarrável Fernando Mendes a apresentar o Preço Certo (e sim, tenho um ódio de estimação ao homem, que se há-de fazer?), sempre prefiro o repasto da aranha. Não passei uma infância inteira à espera da hora National Geographic aos sábados e do BBC Vida Selvagem aos domingos por nada. Ambos na SIC, nos tempos em que era um canal decente.
De qualquer maneira, o que tem sido muito bom na nossa limitada televisão foi um mimo que a 2: me decidiu oferecer neste final de férias: Turnos de Risco, Serviço de Urgências e A Minha Família, alternadas durante a semana entre as duas e as quatro da tarde (que, por feliz acaso, correspondem à minha hora de acordar e à minha hora de almoçar respectivamente). Boas séries em reposição. Como não comecei a ver Lost desde o início (e agora não percebo patavina), tenho aqui uma boa alternativa. Pena é que o resto do dia seja um deserto televisivo.
Quanto à notícia de Plutão, fico triste. O Sistema Solar nunca mais vai ser o mesmo. Apenas me pergunto se essa "despromoção" é legal do ponto de vista da União Europeia. Mas se calhar até é. Plutão está a ser discriminado devido ao tamanho. Não por religião, sexo, etnia, nacionalidade, número de dentes ou gostar de bacalhau com todos e de Tony Carreira. Agora imagine-se se o desgraçado do Plutão também gostasse de acompanhar o cafézinho com um cigarrito! Possivelmente, nem asteróide seria já...
João Campos

1 Comments:

Blogger lobo solitario said...

gostei do seu blog , parabens visite o meu blz .

6:50 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home