sexta-feira, setembro 08, 2006

Apontamentos mundanos

Estou desde ontem na cidade belga de Ghent, para aqui cumprir o programa Erasmus até Janeiro do próximo ano. Numa das habituais visitas à turista deparo-me com as seguintes situações:

- Na fnac Mariza está no terceiro lugar das vendas nesta loja mas aparece no género Jazz. Já Paulo Coelho, do qual literariamente nada me chama, apesar de usar uma língua que é a nossa surge na prateleira de "literatura espanhola";

- Uma frase do taxista que nos trouxe da estação dos comboios até à residência: "Qual é a capital de Portugal?"

João Teago Figueiredo

2 Comments:

Blogger Maria Helena said...

Ou seja, as criaturas desse planeta podiam não conhecer o fado, mas podiam perceber de jazz...
E a Bélgica até não fica assim tão longe de Portugal. Pelo menos, também fica na Europa. Conte-nos mais episódios, assim que puder.

9:46 da tarde  
Blogger Maria Helena said...

Também podemos analisar de outro modo. O 'homem da rua' de qualquer país não costuma ser culto. E isso tanto é cá como é noutro país qualquer.Vejamos as pessoas que concorrem aos concursos televisivos de cultura geral ( às vezes bem geral, mesmo ). Um exemplo, entre muitos. Apresentadora:'Qual o rio que banha Paris ?' Concorrente: 'O Louvre'. Tenho a certeza de que a burrice não se concentrou só em Portugal. Deus Nosso Senhor distribuiu-a mais ou menos igualmente pelo Globo.

9:56 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home